Samba Pros Poetas

Diogo Nogueira

Composición de: Diogo Nogueira / Inácio Rios
tono: C
[Intro]  Am  Dm  Am  E7  A7  Dm  Am  E7  Am  E7
 
Am                   E7           Am       A7
O povo clamando pro samba não morrer 
      Dm              A7         Dm
Sambista de fato não deixa esmorecer 
G7                               C
Bate no peito com raça e dignidade 
    F              Bm5-/7
O samba vem de angola 
        E7                           Am
Mexe meu peito, a mais pura verdade 

F7 F#7  G7                                C
        Dizem que o samba da gente já morreu 
Dm               A7                Dm
Isso é conversa fiada, o samba cresceu 
F7 F#7  G7                              C
        E donga dizia pelo telefone 
       F                 Bm5-/7
Que o samba é a alma do povo, 
       E7                      Am
Raiz verdadeira, brasil é seu nome 

E7                     Am
Samba de monarco, de ratinho 
   (E7)         Am            A7            Dm  (A7)
De noel, de padeirinho e do silas de oliveira 
  Dm      Dm/C         Bm5-/7              E7
Samba de katimba e da vila, dona ivone, jovelina 
                Am  (E7)
E também joão nogueira 
Am      E7              Am
Samba pros poetas de verdade 
                 A7                   Dm  Dm/C
Do paulinho da viola e pro nélson cavaquinho 
    Bm5-/7   E7           Am
Olha que o candeia foi chegando 
    C                   Bm5-/7
E o sem braço foi versando 
     E7                Am
Devagar, no miudinho
Página 1 / 1

Letras y titulo
Acordes y artista

restablecer los ajustes
OK