Som de Prata

Moacyr Luz

Composición de: Moacyr Luz / Paulo César Pinheiro
tono: A
Intro: A7M   Dm6/A

A7M/9       E7/G#       A7M/9
Nasceu no Rio de Janeiro
     E7/G#       A7M/9
Dia do santo guerreiro
                    F#m7/11   F#7
Naquele tempo que passou
Bm       Bm7+              Bm7
Foi o maior mestre do choro
         Bm7+        Bm
Tinha um coração de ouro
      D/E         A7M/9       E7/G#       A7M/9
E que bom compositor
A7M/9       E7/G#       A7M/9
Foi carinhoso e foi ingênuo
       E7/G#         F#m11
E na roda dos boêmios
                       Em7  A7/13
Sua flauta era rainha
Ebm7/5-     E/D         C#m7
E em samba, choro e serenata
         F#7           Bm7
Como era doce o som de prata, doutor
E7/13            Em7  A7/13
Que a flauta tinha
Ebm7/5-   E/D        C#m7
O embaixador dessa cidade
            F#7            Bm7
Meu Deus do céu, ai que saudade que dá
E7/13             A7M/9  F#7
Do velho Pixinguinha
Bm7                    E7
Filho da terra de Zambi
A7M            F#7
Sangue de Malê
Bm7                E7    A7M  A7/13
De uma falange do rei Nagô
Ebm7/5-              G#7            C#m7
Filho de Ogum, de São Jorge, no Batuquegê
        B7/9
De Benguelê, de Iaô
E7/9       A7/13
Rainha Ginga
Ebm7/5-     E/D       C#m7
É que sua avó era africana
      F#7         Bm7
A rezadeira de Aruanda, vovó
E7/13       Em7  A7/13
Vovó Cambinda
Ebm7/5-       E/D            C#m7
Só quem morre dentro de uma igreja
        F#7          Bm7
Virá orixá, louvado seja Senhor
E7/13                   A7M              (Intro e volta ao início)
Meu santo Pixinguinha

A7M            Dm6/A
Ele é de Benguelê
         A7M
Ele é de Iaô
       Dm6/A
É do Batuquegê
        A7M
Ele é do Reinado
         Dm6/A
É sangue de Malê
        A7M
É santo sim senhor
Página 1 / 1

Letras y titulo
Acordes y artista

restablecer los ajustes
OK