Cifra Club

Carta a Um Poeta

Cristiano Quevedo

Cifrado: Principal (guitarra y guitarra eléctrica)
tono: G
[Intro] G  D  A#  Bm 
        E7  Am  G#  Am 
        D7  G  G7  A7  D
        G  Bm  Dm  G7
        C7M  C  Cm  G 
        A7  Am  D  G  

                              Bm
Lá se foi a primavera aqui no sul
    E7                 Am
Bom dia meu amigo como vais
          Cm                      G
Este chasquito que te escrevo tem desejos
     A7         Cm            G    D
De poejos e ai cantar os banhadais
       G                     Bm
Só te peço não repares no papel
             E7                       Am
Que estas manchas são orvalhos da manhã
        Cm                       G
É que a cuia dos meus mates se emociona
                      A            Cm       G     D
E até briga com a cambona se eu pensar no Camaquã

     G                               Bm
Meu poeta agora eu sinto o que é saudade
       E7                          Am
E a verdade da distância agora eu sei
         Cm                            G 
Mas bem pior do que não ter água pro mate
          A7       Cm          G     D
É ter um mate não cevar para ninguém

         G                      Bm
Manda notícias ai da serra do sudeste
       E         E7          Am
Dos casarões da capital onde eu cresci
          Cm                      G
Conta da bica e dos segredos das taperas
                       A7          Cm           G   D
Que é pra dor dessa distância aliviar dentro de mim
        G                       Bm
Manda notícias ai da serra do sudeste
      E         E7            Am
Dos casarões da capital onde eu cresci
          Cm                       G
E se bandiares pra esses lados me visita
                     A7          Cm     G    D 
Pois não cabe numa folha todo o meu Piratini

( G  Bm  Dm  G7 )
( C7M  C  Cm  G )
( A7  Am  D  G ) 

     G                     Bm
Só te peço não repares no papel
             E7                       Am
Que estas manchas são orvalhos da manhã
        Cm                       G
É que a cuia dos meus mates se emociona
                      A            Cm       G     D
E até briga com a cambona se eu pensar no Camaquã

     G                               Bm
Meu poeta agora eu sinto o que é saudade
       E7                          Am
E a verdade da distância agora eu sei
         Cm                            G 
Mas bem pior do que não ter água pro mate
          A7       Cm          G     D
É ter um mate não cevar para ninguém

 G                      Bm
Manda notícias ai da serra do sudeste
       E         E7          Am
Dos casarões da capital onde eu cresci
          Cm                      G
Conta da bica e dos segredos das taperas
                       A7          Cm           G   D
Que é pra dor dessa distância aliviar dentro de mim
        G                       Bm
Manda notícias ai da serra do sudeste
      E         E7            Am
Dos casarões da capital onde eu cresci
          Cm                       G
E se bandiares pra esses lados me visita
                     A7          Cm     G    D 
Pois não cabe numa folha todo o meu Piratini
00:00 / 00:00
Otros videos de esta canción
Repetir
Otros videos de esta canción
Composición de Alessandro Ferreira
Colaboración y revisión:
  • Leonardo Lessa
    • ½ Tono
    • A
    • Bb
    • B
    • C
    • Db
    • D
    • Eb
    • E
    • F
    • F#
    • G
    • Ab
  • Agregar a la lista

    0 comentarios

    Ver todos los comentarios

    ¿Lograste tocar?

    0 Tocaron 0 Aún no

    ¡Graba un video tocando Carta a Um Poeta y envíanoslo!

    00:00 / 00:00
    OK