Cifra Club

Na Mão As Flores

Suricato

Cifrado: Principal (guitarra y guitarra eléctrica)
tono: F# (con acordes en la forma de E) Capotraste en 2ª casa
D
Eu acreditei em tudo
A                       E
Não imaginei te olhar assim
D
E podia dar um jeito
A                          E
Consertar nossos defeitos sim

D
Todo sonho vem perfeito
A                               E
Até que surge então o meio e o fim
D
Quando a sorte anda ao lado
A
Deve-se ter mais cuidado
E
Eu vi, eu vi
 
D     A                 E
Vou me revelar aos poucos

A luz de cada imperfeição
D      A            E
Não repare meus defeitos
                        Bm
Pois disso eu tenho coleção
D            E
Eu tenho coleção

Bm
O pior de mim está
A                                E
Na mesma mão que trago flores pra você
Bm
Pois o pior de mim está
A                                E
Na mesma mão que trago flores pra você
 
D
Eu acreditei em tudo
A                       E
Não imaginei te olhar assim
D
E podia dar um jeito
A                          E
Consertar nossos defeitos sim
 
D
Todo sonho vem perfeito
A                               E
Até que surge então o meio e o fim
D
Quando a sorte anda ao lado
A
Deve-se ter mais cuidado
E
Eu vi, eu vi
 
D     A                 E
Vou me revelar aos poucos

A luz de cada imperfeição
D      A                E
Não repare meus defeitos
                        Bm
Pois disso eu tenho coleção
D            E
Eu tenho coleção

Bm
O pior de mim está
A                                 E
Na mesma mão que trago flores pra você
Bm
Pois o pior de mim está
A                                 E
Na mesma mão que trago flores pra você
 
(D  A  E)

Aceitemos as diferenças
Aceitemos os nossos defeitos
Aceitemos o sexo e a religião
"Não é a vida como está e sim as coisas como são"
Já diria o Renato, lá atrás na Legião
Mas nunca se esqueça que dentro da gente
Tem gente com medo e coragem
E levando essa vida que mesmo de passagem
Merece ser melhor vivida, experimentada
Amada e também dividida
Respiramos o mesmo ar e a gravidade 
Crava os nossos pés sobre o mesmo chão
Somos todos natureza como qualquer flor
Não existe certeza senão os impostos e a morte
Tão pouco precisamos ser peritos em qualquer assunto 
Para oferecer ombro e ter empatia pela dor de alguém
E que a gente que não espere os sete palmos de distância
Pra mostrar de vez a nossa importância
Enquanto o hoje escorre pelas mãos e a gente 
Não se permite ser feliz do jeito que a gente gosta
A vida é hoje
A vida é agora
A gente nunca quis só comida, diversão e arte
A gente nunca quis só balé
Mas amar e ser amado pelo que a gente é
E aí que não existe outro jeito 
De dizer que estamos todos do mesmo lado
Estamos todos exatamente do mesmo lado
Estamos todos sempre do mesmo lado
Composición de Rodrigo Suricato
Colaboración y revisión:
  • Lucas Henning
  • Thiago Oliveira
25 vistas
    • ½ Tono
    • A
    • Bb
    • B
    • C
    • Db
    • D
    • Eb
    • E
    • F
    • F#
    • G
    • Ab
  • Agregar a la lista

    0 comentarios

    Ver todos los comentarios

    ¿Lograste tocar?

    0 Tocaron 0 Aún no

    ¡Graba un video tocando Na Mão As Flores y envíanoslo!

    00:00 / 00:00
    Otros videos de esta canción
    Repetir Calidad Automático
    Otros videos de esta canción
    00:00 / 00:00
    Automático
    OK